Onde você guarda seus ismos?

Dezembro de 2004. Organizações da sociedade civil lançam a campanha “Onde você guarda seu racismo”. Objetivos: denunciar situações cotidianas de discriminação racial e revelar que mesmo aqueles que não se enxergavam racistas acabam por reproduzi-lo.

Novembro de 2010. Dilma Rousseff (PT) é eleita presidenta. A pergunta é ainda mais pertinente. Mas adaptaria: Onde você guarda seus ismos – sexismo, racismo, sectarismo?

Uma estudante de Direito mobilizou o Twitter contra – pasme! – o direito de voto dos nordestinos, que, para ela, deveriam ser mortos. Ela nos considera ignorantes. A estudante, de São Paulo, também reclamara que contabilizar o voto do Nordeste significa afundar o “país de quem trabalha para sustentar os filhos dos vagabundos que ganham a Bolsa 171”. Sectarismo social e regional.

Não existe o que alguns chamam de democracia racial, social, sexual e comportamental, no Brasil. O que existe é preconceito velado, acentuado pela cordialidade. Em “Raízes do Brasil”, Sérgio Buarque de Hollanda define o brasileiro como “homem cordial”, que, na opinião do antropólogo Roberto Damatta, é – grosso modo – apenas homem de interesse.

Nesse sentido, ainda não vivemos num país tolerante, que respeita e vê com bons olhos a diversidade. Vivemos num país que vê na cordialidade uma forma de se dar bem. É um país que introverte os próprios preconceitos, que, quase sempre, só vêm à luz quando termina a possibilidade do “ganhar em cima”. Dispensável dizer, preconceito é fruto de ignorância.

Volto à estudante de Direito para lembrá-la, não custa, que são filhos do Nordeste Graciliano Ramos, Raquel de Queiroz, Castro Alves, Aluísio de Azevedo, José de Alencar, Manuel Bandeira, João Cabral de Melo Neto, Jorge Amado – só para citar alguns dos grandes da literatura.

Para sair das amarras do preconceito rumo à valorização da diversidade é preciso se perguntar: onde está guardado os meus “ismos”?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s